Crítica: Mortal Kombat Legacy – Ep 2

IMDB: http://www.imdb.com/title/tt1842127/

Obs: Recomendo ver o segundo episódio antes de continuar, o texto contém spoilers =) !

Se eu fosse começar o texto da mesma forma como começa o segundo episódio de Mortal Kombat Legacy eu seria um preguiçoso. O segundo episódio começa exatamente onde terminou o anterior mas, caramba… Era preciso mesmo revisar o primeiro episódio quase inteiro, desperdiçando um tempo precioso do novo episódio? Acho completamente desnecessário, já que tenho certeza que a maioria que irá assistir o segundo já viu o primeiro. Soa como se não houvesse material suficiente para mostrar.

Mais uma vez a luta entre Jax e Kano é completamente automática – até os Power Rangers demonstram mais energia. A canastrice de Kevin Tancharoen como diretor extrapola o aceitável, a ponto de colocar personagens atirando de costas enquanto andam ou fazendo pausas ridículas durante a ação, virados para a câmera (lenta…) antes de desferir um golpe. Triste… Mas fica pior.

Eu ainda não acredito na esdrúxula superforça do soco de Jax e no olho voador de Kano – sempre que me lembro levo as mãos ao rosto, rindo. E a bomba que foi capaz de deixar Sonia desacordada, Jax em estado gravíssimo, mas Kano sem um arranhão além dos ferimentos que já tinha, devido a um erro ridículo de montagem?

Mas o cúmulo da preguiça foi a cena da explosão simplesmente ser cortada já para o hospital, com Sonia acordando e Jax sendo levado para um laboratório. Caramba, como vão explicar a substituição dos braços do personagem: “-Seus braços voaram do seu corpo com a explosão, mas colocamos estes melhorados para você poder lutar contra Kano Terminator“? Putz.

Vamos ver o terceiro… Já estou com medo. 

Anúncios

7 pensamentos sobre “Crítica: Mortal Kombat Legacy – Ep 2

  1. Se você me permite, mas discordo completamente de você.

    Não achei desnecessário revisitar o episódio anterior, até porque ele tinha ficado em aberto e não foi uma mera recapitulação, mas houve uma acentuação do climáx do combate entre o Jax e o Kano – que era necessário.

    Se você observar a cena de reconstrução do Kano, alguns fragmentos de metal foram retirados de seu olho – ou melhor, do ferimento onde ele se encontrava – e possivelmente são estilhaços da explosão. Logo, não foi um erro de continuidade. Enfim, é uma série curta, em um outro formato e com uma outra proposta.

    Talvez, tenha faltado enxergá-la exatamente como ela é.

    Não achei os efeitos ruins, muito pelo contrário. Talvez você esteja supestimando a série que tem como função ser um mero adendo e um aprofundamento sob outra ótica, mais realista.

  2. Olá Thiago! Muito obrigado pela visita e comentário, fique à vontade para discordar, hehe.

    Não sou contra o “previously”, mas acho que ficou enorme e isso me irritou. Em um minuto dá pra mostrar muita coisa – se fosse um episódio mais longo eu não ligaria, mas é um vídeo de apenas 9 minutos, não dá pra desperdiçar. Acho a mesma coisa dos créditos, também muito longos.

    Quando acabou a luta entre Jax e Kano eles estavam lado a lado. Não faz sentido a bomba ter deixado Jax quase morto e Kano só com estilhaços, já que os dois estavam praticamente na mesma distância dela. Se aparecesse a cena onde Kano é puxado antes da explosão, a sequência me convenceria.

    E também não acho os efeitos ruins, não me entenda mal. A qualidade visual e sonora é maravilhosa como no Mortal Kombat Rebirth – manteram o tom realista (que adorei), mas a direção que está muito diferente. Quando escrevi sobre o primeiro episódio levantei a questão sobre qual o tipo de pressão está sobre Tancharoen agora. Tenho quase certeza que estão “podando” o cara e usando-o como “boi de piranha”. Se der algo errado, a culpa cairá sobre ele.

  3. Thiago, eu também gostei do episódio, mas estás apenas a desculpar falhas. Se Jax estava a distancia, teve braços arrancado, Kano que estava mais perto da bomba e completamente exposto devia estar era todo fodido, e para o recontruir tinham de chamar Frankeintesn.
    Mas Wandel, isto nao tem nada a ver com Rebirth, tirando os autores e actores, aliás, é por essa razão que se chama LEGACY

  4. E o review do episódio anterior é sim tempo jogado fora… agora o super soco, Sónia a fazer passerelle no meio de um tiroteio e aceitável considerando o universo do MK.

  5. Olá Geraldo (Pentacúspide)! Obrigado pela visita.

    O seriado MK-Legacy só foi possível após a realização do MK-Rebirth. A proposta dos dois é a mesma (teóricamente), por isso não os via como diferentes e criei a expectativa de que continuasse assim, mas para minha tristeza não foi o que aconteceu – você está certo. O supersoco se encaixa sim no universo dos jogos MK, mas não no mundo real que eu esperava. Parece que me venderam uma coisa mas recebi outra, entende?

  6. Epa, eu como fã do universo MK fecho os olhos a muita merda que insistem em enfiar-nos goela abaixo, e para dizer a verdade, não quero realismo algum no MK, quero Jax a esmurrar o chão, Kano a fazer spins no ar, Sonia a emitir energia, enfim toda a fantasia do MK.

  7. Estou torcendo para, pelo menos, rolar um fatality legal nesse seriado! Se algum personagem importante morrer só com um tiro ou algo equivalente eu vou ter espasmos de raiva, hehe.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s